Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

24 Rés-do-Chão

24 Rés-do-Chão

O meu mais pequeno de quatro patas

E hoje perdi um pequeno ser de quem me afeiçoei. Hoje, tive de pôr fim à vida de um dos meus gatos, sim é um gato, mas que se lixe a ética, eu prefiro animais a pessoas.

Não, ele não me roía a carpete ou não combinava com o sofá. Ele simplesmente, e segundo o prognóstico do veterinário, poderia ter um tumor no cérebro ou uma infecção na coluna que o deixaria com sequelas, sem um futuro promissor de saúde.

E é nestes momentos que temos que escolher o que fazer e para mim seria cruel dar continuidade a uma vida sem autonomia e sem bem-estar; só eu vi como ele estava, sem brilho no olhar, sem forças para se levantar. Fi-lo por amor e ainda que me achasse mentalizada, não pude deixar de o procurar quando cheguei a casa com esperança de boas notícias. Não pude deixar de chorar, porque me apaixonei pela criaturinha de quatro patas que já me faz falta. Merda para isto, porque a vida dele não devia ter estado nas minhas mãos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.