Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

24 Rés-do-Chão

24 Rés-do-Chão

Um, 2, 3, 4 e 5.

Conto uma mão cheia de motivos pelos quais nunca vamos passar de um amor de verão e ainda consigo inventar mais um ou dois, mas depois vens-me beijar o ombro enquanto fumo um cigarro à janela e vejo a cidade que já se tornou minha e eu fico sem saber como ir embora.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.